06 de Novembro de 2019
  • Zero Hora
  • Notícias
  • P. 26

PUCRS inaugura novo centro de oncologia

Porto Alegre conta com mais um aliado na luta contra o câncer: o novo centro de oncologia do Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (HSL/PUCRS), inaugurado oficialmente na segunda-feira. Fruto da união de esforços entre HSL e Oncoclínicas, grupo especializado no tratamento do câncer com atuação em mais de 10 Estados, a parceria pretende ampliar, qualificar e unificar o atendimento.

- Isso significa que vamos tratar os pacientes de forma conjunta e dentro dos preceitos dessas duas instituições - explica Saulo Bornhosrt, diretor técnico do HSL.

Para isso, a iniciativa reúne todo o poder acadêmico, de pesquisa e de ensino da universidade e a capacidade assistencial do Oncoclínicas.

- A ideia é desenvolver um grande centro de oncologia unindo forças e características de cada instituição para que a gente possa combater o câncer de forma mais efetiva e adequada, em moldes internacionais - define André Fay, médico do Oncoclínicas responsável pelo HSL.

Estrutura

Destinado a pacientes particulares e de convênios, o novo centro conta com estrutura de quatro consultórios, nove boxes individuais para quimioterapia - todos com luz natural, televisão e conexão com a internet - e equipe multidisciplinar, que, além de contar com médicos de diversas especialidades, tem outros profissionais da saúde como nutricionistas e psicólogos.

Oferecendo mais conforto e privacidade para pacientes e acompanhantes, a área tem papel importante na efetividade do tratamento, segundo Fay.

- Entregamos para a sociedade consultórios para atendimento multidisciplinar, área de infusão diferenciada, corpo clínico altamente qualificado, pesquisa de ponta, ensino e internacionalização - diz o médico.

Além de todo o conhecimento que a fusão do corpo clínico vai trazer, os pacientes ainda serão beneficiados pela parceria do Oncoclínicas com o Dana-Farber Cancer Institute, instituição de tratamento e pesquisa afiliada à Harvard Medical School. Isso vai permitir que os médicos gaúchos façam a descrição e o debate de casos clínicos com profissionais norte-americanos, qualificando o atendimento e o tratamento.

A entrega do novo centro, diz Fay, é a apenas a primeira etapa de um projeto entre as instituições, que pretende contribuir para tornar a capital gaúcha referência em oncologia.