21/03/2018
Jornal do Povo | jornaldopovo.com.br
Geral
Clipado em 22/03/2018 16:19:26
Cachoeira do Sul sofreu queda em desenvolvimento socioeconômico

Cidade teve baixa de 1,95% no indicador calculado pela Fundação de Economia e Estatística do Rio Grande do Sul

Depois de oito anos consecutivos de elevação de seu Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese), Cachoeira do Sul registrou baixa na última versão do indicador calculado pela Fundação de Economia e Estatística do Rio Grande do Sul (FEE).

Divulgado nesta quarta-feira, o estudo é referente a dados de 2015 e mostra uma queda de 1,95% no Idese de Cachoeira. No estado também houve redução, mas menor, de 0,8%. A variação negativa do índice do estado teve a baixa na geração de empregos como principal motivo apontado pelo FEE.

O Idese 2015 de Cachoeira do Sul foi de 0,703 (em uma escala de zero a 10), indicador que em 2014 foi de 0,717 no município. O índice é formado por três sub-indicadores - educação, renda e saúde - e em todos a cidade obteve queda de 2014 para 2015.

A redução maior, de 3,8%, foi em renda, com o índice passando de 0,683 para 0,657. Já o indicador de saúde sofreu redução de 0,38% e atingiu 0,773, enquanto o de educação baixou 1,58% e ficou em 0,682. A FEE soma a nota dos três indicadores e divide por três para chegar ao Idese geral de cada município.

MÉDIO DESENVOLVIMENTO
A Fundação de Economia e Estatística (FEE) classifica os resultados do Idese em três grupos: baixo desenvolvimento (índice até 0,499), médio desenvolvimento (entre 0,500 e 0,799) e alto desenvolvimento (maiores que 0,800).

Nos três indicadores isolados (saúde, educação e renda) e no Idese geral, Cachoeira ficou na faixa do médio desenvolvimento.