23/08/2013
Vide Versus | poncheverde.blogspot.com.br
Geral
Clipado em 23/08/2013 21:51:51
ESCÂNDALOS DO DESGOVERNO DO PREFEITO JOSÉ FORTUNATI NÃO CANSAM DE VIR À TONA, A PROCEMPA É UM SACO SEM FUNDOS DE DESMANDOS

A página do jornal solicitado
não está disponível


O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT), nomeou como CC (cargo em comissão) na Procempa o filho de Enio Roberto Dias dos Reis (na foto), presidente da ATP (Associações dos Transportadores de Passageiros), o advogado Edson Coelho Reis, com salário de R$ 15.625,25 e mais benefícios. Já seria, no mínimo, estranhíssimo, uma vez que a ATP é tradicional financiadora de campanhas eleitorais de políticos em Porto Alegre. O presidente da ATP, Enio Reis, tem um sítio na zona sul de Porto Alegre onde reúne vereadores e outros políticos regularmente, para partidas de futebol seguidas de churrascadas regadas a uísque de boa qualidade. Se o homem é tão rico, por que seu filho precisaria de uma CC na prefeitura de Porto Alegre, no governo de José FortunatiMas, a situação se apresenta ainda mais complicada quando se descobre que a ATP integra agora a carteira de clientes corporativos da Procempa. Desde maio deste ano os serviços de circuitos especializados Metrolink estão interligando redes da ATP e de algumas empresas de ônibus de Porto Alegre, utilizando conexões de rádio digital e fibra ótica da Infovia Procempa. Atualmente estão ativos quatro circuitos: dois que interligam a sede da ATP com as empresas Viação Gasômetro de Transportes e Viação Belém Novo e os demais, que  interligam a sede da ATP com sua filial na Rua Uruguai e também com o DataCenter da Procempa para transporte de dados a servidores hospedados pela EPTC. O gerente comercial da companhia, Marcos Bein, informa que a ATP está analisando uma proposta comercial para ampliar os serviços com a Procempa,  para que também utilize os serviços de acesso à internet em substituição ao fornecido por outra operadora de Telecom. O filho de Enio Reis trabalha no setor jurídico da Procempa, que é chefiado por ele. Portanto, os contratos entre a ATP e a Procempa passam, obrigatoriamente, por ele. O governo de José Fortunati já está intimado pela Justiça estadual, em ação movida pelo Ministério Público, a promover a licitação para a concessão dos serviços de transporte de passageiros em Porto Alegre. Imagine, agora, a vantagem que levariam as atuais prestadoras do serviço, que operam as conceções sem licitação há mais de 30 anos, sobre as outras concorrentes, em uma próxima licitação. Que tal, heinE os contratos entre a Procempa, a ATP e as empresas que constituem esta associação precisam passar pelo Departamento Jurídico, que é chefiado pelo filho do dono da ATP, Edson Coelho Reis. Que tal, heinDá para entender que tenham sucesso os movimentos comandados por essa entidade clandestina denominada Passe Livre, um braço do PSOL.