17 de Setembro de 2019
  • Olimpíada Todo Dia
  • Geral

Domingos é a 29ª colocada na final por aparelhos do Mundial

Barbara Domingos tem ótima nota no arco, enquanto Natalia Gáudio busca recuperação na qualificação da fita. Competição prossegue nesta quarta



A Ginástica Rítmica do Brasil encerrou sua participação nos dois primeiros aparelhos válidos pelo Campeonato Mundial da modalidade, que está sendo disputado em Baku (AZE). Nesta terça-feira (17), as brasileiras Natalia Gáudio e Barbara Domingos participaram do qualificatório do arco, na Arena Nacional de Ginástica (MGA). Assim como havia ocorrido na estreia, na prova da bola, Barbara voltou a ter uma ótima atuação. Em uma série com pouquíssimas falhas, ela alcançou a nota 18,450 e segue firme por um lugar na final do Individual Geral, que será na sexta (20).

Com a nota alcançada nesta terça-feira, Barbara terminou o dia na 29ª posição do geral, que a deixa na briga para alcançar uma das 24 vagas à final, além de tentar assegurar ainda em Baku uma das 16 vagas em jogo neste Mundial para a Olimpíada de Tóquio-2020.

Já Natalia Gáudio não conseguiu repetir a boa performance da estreia. Cometeu um erro logo no início da série, que lhe custou uma penalização de 0,30. Recebeu a nota 15,900 e terminou o dia na 48ª colocação geral.

Nesta quarta-feira, as duas brasileiras voltarão a competir em Baku, na prova de qualificação da fita. A primeira a se apresentar será Barbara Domingos, a partir das 5h16, enquanto Natalia Gáudio entrará na quadra às 5h22 (horário de Brasília).

A definição das 24 ginastas para o Individual Geral do Mundial de Baku será feita com a soma das três melhores notas entre os quatro aparelhos, descartando o pior resultado. Por isso, tanto Natalia Gáudio pode se recuperar com ótimas performances nas provas que faltam (fita e maças) como Barbara Domingos seguirá firme por um lugar na final se mantiver essa média de notas nos próximos dois dias de competição.

Até hoje, a melhor colocação de uma ginasta brasileira no Individual em Mundiais de Ginástica Rítmica foi um 33º lugar de Angélica Kvieczynski no Mundial de 2013, disputado em Kiev (UCR).

Após a apresentação no arco, Barbara Domingos confessou que nem esperava uma nota tão alta. “Senti que foi uma série mais contida, tanto que quando saí da quadra pensei que poderia ter me entregado um pouco mais. Porém, a nota veio alta, não esperava um 18. Não tive erros, mas a série foi um pouco mais travadinha. Ainda assim, fiquei muito feliz com a minha nota e agora vem a fita. Vamos ver se a gente consegue colocar esse público para cima”, disse Barbara, que vem se sentindo mais confiante a cada dia que passa na competição.

“Percebi que estou sendo muito valorizada aqui. Deu para ver que o público gostou, os árbitros também, e isso é muito bom. Só um ginasta sabe o nervosismo antes de uma apresentação e ter este reconhecimento dá mais energia e força para o próximo aparelho”, afirmou a ginasta.

Para a técnica Marcia Naves, Barbara cometeu algumas imprecisões na série, mas ficou muito satisfeita com a performance de sua atleta. “Ela está muito segura e tem muita coisa ainda para mostrar. Se conseguiu tirar 18 mesmo com uma série não tão boa como a que costuma fazer nos treinos, é sinal de que ela pode mais, além de ter um algo mais que está encantando as pessoas. E amanhã ela terá condições de levantar esse ginásio na prova da fita”, afirmou a treinadora brasileira.

Natalia Gáudio explicou a falha cometida em sua série do arco. “Eu errei um elemento novo, que colocamos esta semana, porque estamos arriscando para subir a nota, assim como arrisquei na bola e deu certo. Infelizmente aconteceu esse erro, mas consegui manter a série boa. Competição é isso, pode acontecer de tudo. O importante é que ainda temos dois aparelhos e o lado positivo é que se descarta a nota mais baixa no Mundial. Então, já estou pensando que irei descartar essa de hoje e focar em fazer os outros aparelhos de uma melhor forma”, afirmou Natalia. Ela também tem boa expectativa para a prova da fita desta quarta-feira.

“A fita é um aparelho que eu gosto de fazer. Também é uma série nova e vimos que trouxe bons resultados para chegar à final da Copa do Mundo de Portimão. Agora é entrar e fazer. A arbitragem já estará de olho por conta da final em Portugal, eles sabem que é uma série forte. Eu quero buscar aquela nota (18,500) novamente”, disse a ginasta.

A técnica Monika Queiroz também tem expectativas para uma performance melhor nesta quarta-feira. “Viemos para esta competição dispostas a arriscar, porque se não fizermos elementos difíceis, a nota não sai. Hoje ela cometeu uma falta grave em um elemento novo. Na fita, tem que arriscar de novo, que também é uma série nova, mas que já rendeu para ela sua maior nota no ano”, afirmou a técnica de Natalia Gáudio.

Primeiras medalhas

Nesta terça-feira, foram conhecidas as primeiras campeãs mundiais em Baku. Na prova do arco, a campeã foi para variar uma russa: Ekaterina Selezneva acabou levando a medalha de ouro, com a nota 23,500. Ela superou sua compatriota e favorita ao título, Dina Averina, que ficou com o bronze (23,350). A medalha de prata foi para a israelense Linoy Ashram, com a nota 23,400.

Na final da bola, o ouro mais uma vez ficou com a Rússia. Desta vez, Dina Averina confirmou o favoritismo e venceu com a nota 23,500. A prata foi para a irmã Arina Averina, com 23,050, enquanto a israelense Linoy Ashram levou o bronze (22,400).

Programação do Mundial de Ginástica Rítmica

Quarta-feira (18) – Qualificação individual maças + fita
5h16 – Barbara Domingos – fita
5h22 – Natalia Gáudio – fita

Quinta-feira (19) – Qualificação individual maças + fita
8h18 – Barbara Domingos – maças
8h24 – Natalia Gáudio – maças
12h30 – Final individual maças
13h05 – Final individual fita

Sexta-feira (20)
7h30 – Final individual geral
Sábado (21) – Qualificação Conjunto
9h46 – Cinco Bolas
10h38 – Mista (3 arcos e 2 pares de maças)

Domingo – Finais Conjunto
7h30 – Final Cinco Bolas
8h15 – Final Mista (3 arcos e 2 pares de maças)
Obs: Horário de Brasília

Brasil no Mundial de Ginástica Rítmica

Individual
Barbara Domingos
Natalia Gáudio

Conjunto
Beatriz Linhares
Camila Rossi
Deborah Medrado
Nicole Pírcio
Vitória Guerra
Reservas
Maria Eduarda Arakaki
Maiara Candido

Treinadoras
Camila Ferezin (Conjunto)
Bruna Martins (Auxiliar-técnica do Conjunto)
Marcia Naves (Individual)
Monika Queiroz (Individual)

Fisioterapeutas
José Nivaldo Andrade
Paulo Marcio

Médico
Reuthemann Madruga

Árbitros
Leonardo Paliot Mello
Márcia Aversani Lourenço

Chefe de delegação
Renata Teixeira