08 de Junho de 2018
  • Folha do Sul
  • Geral

BBC divulga metas de projetos socioesportivos

Depois de 25 anos, a Rainha da Fronteira voltou a ser representada no estadual de basquete de base. Intitulado "Basquete para Todos", o projeto funciona mediante cooperação com as prefeituras de Bagé e Candiota e alcançou vários resultados desde o início das atividades em 2017. Marcado pela atuação social e  alto rendimento, com o Bagé Basquetebol Clube (BBC), a diretoria do projeto apresentou, na noite de quarta-feira, no salão da subseção local da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), um balanço das ações desempenhadas no ano passado e no primeiro semestre de 2018, bem como as metas para os próximos dois anos.
Conforme o vice-presidente do BBC, Paulo Thompson Flores, contabilizando as partidas realizadas em 2017, a equipe participou de 50 jogos, com 4,5 mil desportistas envolvidos. No primeiro ano foram alcançados os seguintes resultados: acordo de cooperação com Prefeitura de Bagé; parceria com Prefeitura de Candiota; apoio do Sesc/Bagé; patrocínio do Grupo Dallé; aperfeiçoamento do técnico Bruno Azambuja na Sérvia; treinamento intensivo, em Bagé, com o técnico sérvio Mirko Milocevic; retorno da cidade ao campeonato estadual de base; título invicto da Copa Mário Quintana em Pelotas; ações sócio-esportivas e conquista de associados - 50 compõem o quadro.
No primeiro semestre de 2018, o BBC participou da Copa FGB sub-17, em Santa Cruz; implantou um núcleo social de basquete em Candiota; promoveu um treinamento com o técnico espanhol Pablo Bernabé Peres, pelo Circuito Europeu de Basquete no Brasil; e participa do estadual sub-15 e sub-17. Um detalhe: com as vitórias sobre Sogipa e Grêmio Náutico União, a equipe sub-15 está na liderança do certame. O time volta à quadra no dia 23, contra o projeto Cestinha, no ginásio do Colégio Franciscano Espírito Santo (CFES).

Unicef

Em relação às metas, a diretoria almeja a implantação de um núcleo social na escola Arnaldo Farias; ingresso da sub-12 em competições; a criação de um time sub-21, no ano que vem, para dar prosseguimento ao trabalho com os jovens que estão, hoje, na sub-17; aumentar para dois mil atendimentos; tornar o ginásio Militão como um espaço para o alto rendimento e tornar o projeto, cujo modelo é de cooperação entre sociedade civil e poder público, referência no Rio Grande do Sul até 2020. Outro destaque que merece atenção é o Dia Internacional do Esporte para o Desenvolvimento e pela Paz, estabelecido no dia 6 de abril, desde 2013, pela Organização das Nações Unidas (ONU). No encontro de quarta-feira, Flores lançou o desafio do BBC organizar um evento, em 2019, em alusão à data. Isso por meio de submissão de projeto no Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).